segunda-feira, 14 de abril de 2008

Opções



OU ISTO OU AQUILO

Ou se tem chuva ou não se tem sol,
ou se tem sol ou não se tem chuva!
Ou se calça a luva e não se põe o anel,
ou se põe o anel e não se calça a luva!
Quem sobe nos ares não fica no chão,
Quem fica no chão não sobe nos ares.
É uma grande pena que não se possa
estar ao mesmo tempo em dois lugares!
Ou guardo dinheiro e não compro doce,
ou compro doce e não guardo dinheiro.
Ou isto ou aquilo: ou isto ou aquilo...
e vivo escolhendo o dia inteiro!
Não sei se brinco, não sei se estudo,
se saio correndo ou fico tranqüilo.
Mas não consegui entender ainda
qual é melhor: se é isto ou aquilo.

Cecília Meireles
Crédito de imagem: Fernando Dinis

6 comentários:

paulo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

Em um determinado momento de turbulência em minha vida, me vi na obrigação “ou isso ou aquilo”, me ajoelhei, orei, e decidi q, daquele momento em diante a minha felicidade dependeria unicamente de mim, q n depositaria mais os créditos ou débitos pessoais em outrem. Enxuguei minhas lágrimas, guardei minha dor, forcei um sorriso q logo me acostumei a ele, n q hj n mais chore ou sofra, porém sou eu quem decide!
Parabéns pelo blog, e é sincero como vc havia pedido ontem q eu expressasse minha opinião!
Um dia quem sabe eu tbm opte em trilhar esse caminho de externar em poesias e desabafos uma Giovanna q p/ muitos será uma caixinha de pandora... rss

Beijossssssss Magestade...

flor disse...

Oi Lu, já alterei o nome do seu blog, ok?
Gostei do nome.
Beijos
Flor

Pati disse...

Vai em frente...tá ficando lindo.....e vc e eu gostamos de Cecilia Meireles...rsss
Beijusss

Anônimo disse...

conseguiiii!!!! não pergunte como que não sei.
O fato é que, conseguir comentar, salvar baleias,levantar bandeiras ou fazer opções é muito difiícil, mas o que acho mais difícil é olhar no espelho... e isso vc ta fazendo muito bem!
beijos, carinhos e cafunés...

Lucia disse...

Lau:

Como vc veio parar aqui???rs
Estou rindo demais.. Bom, importa é que conseguiu, mesmo tendo sido arremessada uns meses para trás.
Beijos, irmãzinha