domingo, 13 de abril de 2008

Renovação







Um dia, ao acaso, você olha ao redor e, incredulamente, se pergunta: Quando? Como?
Brotou e você não viu. Ou se viu, não enxergou. Fato é que a vida tornou-se mais colorida, com mais odor, mais beleza e intensidade. Magia? Sim, pura magia. Tudo mudou? Não! Você mudou, e, conseqüentemente, as coisas adquiriram outras tonalidades, outros sabores e sons. As velhas estradas tornaram-se novas, o já trilhado resultou num leque de novas possibilidades.


Você se vê, então, frente a algo desejado mas infinitamente novo e, por conseguinte, amedrontador, como o são, inicialmente, todas as grandes novidades Talvez porque esperemos, sempre, que a felicidade venha em embalagens enormes, acabamos não nos dando conta de que um pequeno pedaço de gente é capaz de redimensionar toda uma existência.


Começa a se formar então , dentro do peito, um sentimento que vai crescendo de forma avassaladora e que, não podendo mais ser contido, começa a extravasar pelos poros. Inicialmente de forma tímida; um balbucio, baixinho, quase envergonhado: Estou feliz! Então, a avalanche explode de forma desenfreada e seus olhos, seu sorriso, seu corpo todo passa a exprimir uma inexorável verdade: Não, eu não estou... Eu sou feliz!!!!!!!!!!


Texto escrito por ocasião do nascimento do João Victor

3 comentários:

Sonia Regly disse...

Lu,
O nascimento de uma criança sempre nos enche de muita alegria, é o milagre da vida!!!!
Visite o Compartilhando as Letras.

flor disse...

Lu querida passei para de deixar uma beijoca e aproveito para cumprimentála pela chegada do João Victor.
Abraços no seu coração
Flor

Pati disse...

Oláa,vim,li e gostei.
Não te conheço p dizer q tem a tua cara,mas gostei dos textos,vc tem sensibilidade,tem poesia dentro de vc mesmo q não se sinta capaz de escrevê-las.Um dia poderá,quem sabe,se quiser e gostar.
Vou te adicionar lá,tá bem?assim acompanho de perto...rsss
Beijos e linda semana p vc.