quarta-feira, 6 de agosto de 2008

Prece


Perante a encruzilhada
Dá-me sabedoria
para optar pelo caminho correto.

Caso eu não o faça
Concede-me graciosidade
para trilhar caminhos dificultosos
sem tornar-me um peso para mim e para os que me rodeiam.

Se o cansaço ameaçar soterrar-me
Não me deixe esquecer de que fibra sou feita;
Faça-me bambu
Para que me vergue, mas não me quebre.

E, para o caso de eu fazer a escolha certa,
Permita que o brilho da minha alegria
contagie os que comigo convivem.

Enfim, mas não menos importante
Independente da minha escolha
Conceda-me humildade para agradecer, sempre
Pois ambos os caminhos me enriquecem
Ainda que por vias diferentes.


Lucia Vianna
Crédito de imagem: Bojan Bonifacic

21 comentários:

Rosani Nauar disse...

Olá! Lucia

Estou sem palavras, estou emocionada...com essa prece maravilhosa! Que Deus ilumine sempre essa luz linda que tens.

beijos, no seu coração

Lucia disse...

Rosani:

Que Ele nos ilumine a todos, sempre!
Beijos

Maripa disse...

Que prece tão bonita,querida Lucia!
Foi feita com amor,com coração,com fé...

"E o Amor é uma luz que não deixa escurecer a vida."

Que Deus ouça todas as suas preces e que a Sua Luz nunca nos falte.

Beijo carinhoso.

Sonia Regly disse...

Lúcia,
Que prece maravilhosa!!!! Estou emocionada!!! Nesses dias conturbados, precisamos de preces assim, parabéns!!! Obrigada pelo sábio e rico comentário em meu Blog, gostei muito.

Dora disse...

Que lindo,humilde e singelo Lu!
Assim seja.
Bjs da Dora

André L. Soares disse...

Lúcia, boa noite!

Gostei muito do seu blog e, especialmente dos seus poemas. Depois volto para ler mais.

Sobre aquele meu texto, postado no 'Doce de Fel', eu me referia apenas à violência física (direta); pois entendi que, se a Sônia havia feito uma análise da influência dos jogos eletrônicos na violência infanto-juvenil, então ela se referia à violência física.

Claro, concordo com você que as meninas também fazem uso de violência. Mas, aí, como você bem argumentou, é uma violência psicológica (diferente da violência tipicamente masculina). É uma forma de violência que não resulta em pancadaria, facadas e tiros na saída do colégio ou num campo de futebol.

Mas, em tudo isso, o importante mesmo é perceber que tem muita gente refletindo sobre esses temas, em busca de alguma luz que conduza à soluções práticas. Quiçá alguém encontre.

Grande abraço, Poetisa!

Lucia disse...

Maripa:

Você está certíssima: brotou do fundo do meu coração.
Obrigada, querida, pelo seu carinho.
Um beijo

Lucia disse...

Sonia:

Falar com Deus é sempre uma forma de nos tornarmos melhores e, dessa forma, também tentar melhorar o mundo a nossa volta.
Beijos

Lucia disse...

Dorinha:

Nem sei o que te dizer.. aliás, só pensar em te falar algo já resulta em lágrimas..rs. Você melhor do que ninguém sabe de mim, então.. só dá para dizer: Obrigada, minha irmã de coração.
Beijo carinhoso

Lucia disse...

Olá, André:

Eu entendi que você se referia a violência física; tentei, mesmo, foi ampliar a discussão, porque as vezes percebo que determinados temas acabam ficando circunscritos ao que é mais evidente, se perdendo de um contexto maior em que estão inseridos. E, como você disse, quanto mais pessoas refletindo, mais possibilidades teremos de encontrar soluções de fato.
Abração

Etelvina de Oliveira disse...

Lucia,

Certa vez eu vi em algum lugar - me perdoe se não lembro mais os detalhes - que o bambú demora 15 anos para crescer. Leva esse tempo todo soltando raizes que se alastram pelo interior da terra. Firmando e sustentando sua base para que, enfim, se torne a fortaleza que é. Por isso, ele pode se vergar com as tempestades e permanecer em pé.

A palavra de Deus fala que devemos ensinar a criança o caminho que ela deve andar, e, ainda quando for velha, não se desviará dele.

Já li muita coisa aqui falando da familia maravilhosa que vc tem.
Então, minha querida, seja qual for o caminho que escolhas Deus estará contigo.
Você já é um bambú.

beijo

Catarina disse...

Amiga Lucia.

Uma coisa Deus ja te concedeu...

O Dom de tocar a alma, com a palavra...

Fico muito feliz em poder ser sua amiga...

Beijos

Sonia Regly disse...

Lúcia,
Deixei um lindo selinho de presente para vc!!! Seu Blog está maravilhoso e vc têm escritos textos profundos!!!!

Rai pires disse...

Oi Lúcia,realmente emocionante esta poesia,me tocou emocionalmente.Bjs Raimundo Pires

Sonia Regly disse...

Lúcia, Rabisquei lá uns versos.Vê se ficou bom. Ainda estou aprendendo, não chega ser uma Brastemp, tipo a Lúcia, mas aos poucos vou chegando lá.beijinhos.

Lucia disse...

Etel:

Somos bambú. Você é feita da mesma fibra que eu.
Beijos, querida

Lucia disse...

Catarina:

Qualquer palavra só toca almas que se predispõem a ser tocadas.
Também fico muito feliz por ser sua amiga.
Beijos

Lucia disse...

Raimundo:

O que você escreve também sempre me emociona muito.
Beijos

Lucia disse...

Sonia:

Vou lá buscar o selinho e também ler o que escreveu, tá?
Beijos

O Sibarita disse...

Realmente... kkk A fé e a oração removem montanhas, então, sua prece é algo muito do porreta.

Se todos nós fizessímos uma prece todos os dias o mundo seria muito melhor e com menos violência...

As escolhas são feitas através da lei do Livre Arbítrio, cada um escolhe o seu caminho e se faz bem, com certeza, tudo de bom terá na vida, ainda, que hajam tropeços, se faz mal, a vida se tornará ruim cada vez mais.

Porém, Deus é tão porreta que nós dá ainda a oportunidade de reconhecer uma má escolha, sendo assim, podemos mudar o caminhar, a rota ao percebermos que não é aquele o caminho certo...


Com certeza Ele e os seus mentores espirituais lhe mostrarão o caminho, se oramos e humildimente como vc faz na sua oração pedimos, rogamos somos atendidos sim!

Parabéns!

bjs
O Sibarita

Lucia disse...

Sibarita:

Acredito na oração, naquela que vem de dentro do nosso coração, naquela que não só pede mas, principalmente, agradece. Tenho tentado manter isso, ao longo da minha vida.
Beijos