sábado, 7 de junho de 2008

Circunspeção





Envolta em mim mesma, exploro silenciosa os recônditos do meu ser.
Observo-me , numa quietude quase reverente.
Levanto questões, busco respostas, alternativas.

Finalmente, desprendo-me das velhas roupagens,
E num processo libertador,
Lanço-me!

Agora é voar.
Romper completamente todas as amarras
E, definitivamente,
Ser Feliz!!!

Crédito de imagem: Petrosl

17 comentários:

Odele Souza disse...

Lindo seu texto Lucia.

Olhe,sobre seu comentário deixado há pouco no blog de Flavia:
A reportagem do jornal O GLOBO sobre a história de Flavia, parece só estar disponível na Internet para assinantes. Tenho o jornal, mas também não consegui acessar pela Internet. Estou pensando em transcrever a reportagem na íntegra no blog, pois parece ser esta a única maneira das pessoas lerem a matéria.
Vou tentar novamente localizar a matéria na Internet, se não conseguir, vou transcrever a matéria ainda hoje no blog de Flavia.

Um beijo.

Rosani Nauar disse...

É sempre um grande prazer ler-te Lucia , como sempre está lindo podes pensar que não sei dizer mais nada a não ser isto cada vez que te visito...mas é que eu fico sem palavras cada vez que te leio pois juro que não sei que dizer ao ler os teus textos , pois sou absorvida por eles. Parabéns!!

beijos, Rosani

Pati disse...

Eitaaaa,tá se saindo uma ótima autora...rsss
beijosss

Lucia disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Lucia disse...

Ah, Rosani:
Obrigada.. muito obrigada mesmo!
É legal demais ter esse retorno, pq muitas vezes bate uma insegurança..rs.
É muito bom saber que me visita e que gosta do que tento dizer.
Beijoss

Lucia disse...

Pati:

Se estou ótima não sei, mas estou "saindo"..rs. Pelo menos estou tentando colocar para fora, mesmo tropeçando mais do que jacaré de salto 15..rs
Beijos!!!

Lucia disse...

Odele:
Bom ter você aqui!
Olha,vou ficar muito feliz se conseguir ler a reportagem. Mais tarde darei uma outra olhada no blog da Flavia, para ver se está disponível.
Um beijo enorme, do tamanho da sua força!

Jorge Alberto disse...

Um mergulho na alma. É assim que vejo este seu post.

Muito bom mesmo.

SÉRGIO disse...

Lucia!

Renascer...

Ser feliz, sempre...

Anônimo disse...

Lindoooooo amiga.
Como sempre mexeu comigo.
Sempre adorei a escrita. Os sentimentos derramados nas letras.
Nem sei porquê me afastei muito desse caminho. Você me fez reencontrá-lo. Foi seu impulso que me fez voltar a escrever.
Escrevendo estou me vendo. Me olhando. Me aceitando.
Confesso que estou passando por um processo igual a esse seu.
Eu esperava - como sempre fiz - que você me desse todas as respostas. Prontas e perfeitas. Quando você não as dá, as vezes, fico de bico, você sabe. kkk
Mas saibas, fico feliz de tê-la como amiga.
Esse texto confirma tudo que você me diz sobre suas próprias descobertas e mudanças.
Credo, nunca consigo vir aqui, ler, escrever duas lindas e sair.
Culpa sua.
E nem adianta cobrar a consulta. kkkkkkk

um beijo enorme

Etel

Lucia disse...

Jorge:

Quietinha, explorando, vou me descobrindo. Chego lá!
Que bom que gostou!
Beijos

Lucia disse...

Sergio:

Renascer é essencial. Viver intensamente mais ainda. Por isso, meu amigo, está na hora de você também se lançar. Vou torcer muito, viu?
Beijos

Lucia disse...

Etel:

Quase posso vê-la bicuda..rs. Olha, garotinha, fique bicuda, mas escreva!! Se fizer isso, todo bico que lhe "imputei" terá valido a pena..rs.
Beijos, volte sempre e escreva muito..

O Sibarita disse...

Pois é né fia? kkk Dona Lúcia, é isso mesmo, fazer a reforma íntima por vêzes necessária e importante, faça fé!

O passado será lembrança de um tempo que não foi tempo... kkk

bjs
O Sibarita

Lucia disse...

Sibarita:

Gostei: "O passado será lembrança de um tempo que não foi tempo". Você disse tudo!!
Beijos, moço

Josemar Pires Ribeiro -andante disse...

Oi lucia ..
que belos textos em seu blog.. magnifico.. esse poema então e muito lindo, um verdadeiro anseio de liberdade, de ser livre, de voar e de ser feliz... felicidade e o que te desejo
bj em seu coração

Lucia disse...

Andante:

Como diz a música do Ivan Lins:

Se teu sonho for maior que ti
Alonga tuas asas
Esgarça os teus medos
Amplia o teu mundo
Dimensiona o infinito
E parte em busca da estrela...

Voa alto!
Voa longe!
Voa livre!
Voa!

O anseio de ser feliz nos impulsiona aos mais altos e loucos voos. Não há limites,na imensidão, que sejam intransponíveis quando se sonha um sonho verdadeiro.
Felicidade para mim, como você desejou. Felicidade para você, também, que como eu persegue o sonho maior.
Beijos